O Escolas Amigas da Igualdade conta com a parceria formal da AMPLOS - Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual e Identidade de Género - e do IAC - Instituto de Apoio à Criança. O Agrupamento de Escolas Dom Dinis e o Agrupamento de Escolas Gil Vicente apoiam de forma informal, mas muito ativa, o Projeto.

Em 2020 o projeto acontece nos seguintes bairros de intervenção prioritária: Portugal Novo, Amendoeiras, Beato e Castelo.

Apresentação

O objetivo deste Projeto é o de desenvolver o modelo Escolas Amigas da Igualdade junto de diversas instituições educativas, para que adquiram uma cultura mais ativa em matéria de Igualdade de Género. Propõe ações concretas, nomeadamente a introdução de alterações na missão e visão das instituições de ensino, a utilização de formas mais inclusivas na comunicação escolas-família, a inclusão da temática da Igualdade de Género nos planos pedagógicos, projetos educativos, no regulamento interno, entre outros.

Escolas Amigas da Igualdade - EAI - são todas as instituições de vários níveis de ensino, com uma estrutura mais ou menos formal que contribuam para uma vivência igualitária de direitos, saudável e plural.

Os critérios a cumprir para a distinção EAI estão organizados num Guião com seis áreas de atuação, às quais correspondem objetivos e exemplos de como os operacionalizar através de ações concretas.

1 - A. Cultura Organizacional;

2 - B. Recursos Humanos;

3 - C. Comunicação, Media e Advocacy;

4 - D. Direitos Sexuais e Reprodutivos e IG;

5 - E. Espaços Educativos;

6 - F. Relação Escola-Família.


Nesta plataforma poderá realizar online o preenchimento destas seis áreas de atuação, fazer upload de documentos e ter acesso a práticas educativas de promoção da Igualdade de Género.

A distinção final acontece com a ação simbólica de hastear uma bandeira, que assinala o reconhecimento da Instituição.